A doença que Alisson Becker tem na pele é incurável

Um dos assuntos que vem causando muita polêmica nesta Copa do Mundo, é a pele do rosto de Alisson Becker, o goleiro da seleção brasileira. O jogador que tem 25 anos possui uma vermelhidão na face. Em uma entrevista durante uma coletiva de imprensa, ele até chegou a brincar, dizendo que sua pele está assim por estar na puberdade.

Nas redes sociais muitos internautas comentam a respeito, uns acham que é acne, outros acham que é alguma alergia e logo surgem os mais diversos rumores.

Apesar das bolinhas e manchas parecerem muito com um quadro de acne, a dermatologista e coordenadora científica da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Denise Steiner diz que é muito provável que Alisson tenha o que se denomina de rosácea.

Segundo a Dra. Denise, é bastante comum as pessoas se confundirem, pelo fato de que ambas as inflamações deixam a pele parecida com quem tem acne, ficando avermelhadas. O que diferencia uma da outra, é que no caso da acne, a alteração acontece somente na área da espinha. Já a rosácea acomete uma extensão maior.

Ele parece ter algumas cicatrizes de acne antigas, e elas tornam um pouco mais difícil a distinção de uma alteração da outra. Mas, por apresentar placas meio avermelhadas sempre iguais no rosto, tudo indica que seja rosácea mesmo”, afirmou a dermatologista com relação ao caso de Alisson Becker.

Essa doença de pele pode surgir por diversos fatores, seja o estresse, forte exposição ao sol, mudança de clima e até alimentação. A rosácea não tem cura, sendo que em alguns momentos a pele piora e em outros melhora, mas a pessoa terá que conviver com o problema para o resto da vida.