Cientistas descobrem lago com água líquida em Marte e afirmam que pode ter vida no planeta

Os cientistas descobriram algo em Marte que mudará completamente a forma como vemos o planeta vermelho. É que pela primeira vez foi detectada água líquida em um lago subterrâneo no vizinho da Terra. O anúncio feito pelos cientistas nesta quarta-feira (25), chamou a atenção de pessoas no mundo todo, pois esta é a maior quantidade de água líquida encontrada em Marte até hoje.

O lago fica a 1,5 quilômetro abaixo de uma grossa camada de gelo e tem cerca de 20 quilômetros de largura. Com essa descoberta, a expectativa agora é que possam ser encontrados outros lagos subterrâneos e isso é uma ótima notícia para o projeto que prevê levar o homem até aquele planeta, pois com água por lá, tudo fica muito mais fácil para começar a cultivar a vida por lá.

O texto publicado na ‘Science’, respeitada revista americana, ainda diz que é grande a possibilidade de encontrar vida em Marte, já que há uma quantidade tão grande de água no estado líquido. Foram 2 anos de muito estudo, pesquisa, dados analisados e a finalmente a elaboração de um método para que tal afirmação pudesse ser feita com total segurança. A descoberta foi feita há mais tempo, mas os cientistas temiam que pudessem estar observando equivocadamente o que achavam ser água líquida. De acordo com Enrico Flamini, coautor do estudo, que também é chefe da Agência Espacial Italiana, primeiro foi preciso certificar-se que realmente estavam vendo o que imaginavam e só depois anunciaram a descoberta.

Suspeita de água em Marte é antiga

De acordo com a publicação feita na Science, há cerca de 3 décadas os pesquisadores já suspeitavam que houvesse água líquida nas calotas polares do planeta vermelho, só que ninguém conseguia encontrar uma forma de provar isso. Esse projeto recente fez uma varredura em Marte utilizando um radar de baixa frequência, instalado na nave Mars Express, é um aparelho exclusivo para tentar encontrar água líquida, por 12 anos esse processo foi utilizado.

Todos os dados coletados entre 2012 e 2015 foram analisados e finalmente os estudiosos descobriram que já havia material comprovando evidência de que havia água líquida em uma camada de gelo, localizada ao sul do planeta.

A ciência sempre quis encontrar um outro lugar no universo, além da Terra, onde houvesse vida e essa procura pode estar bem próxima do fim. A água é um dos principais elementos para que haja vida em algum lugar, o problema agora é que para saber se há vida nesse lago submerso, pode ser que demore anos. Uma missão futura pode ser lançada, no intuito de perfurar o gelo e coletar um pouco da água para análise, assim seria possível confirmar se há vida em Marte ou não.