Ex-BBB Antônio Rafaski é acusado de não registrar a filha e toma atitude revoltante

O ex-BBB Antônio Rafaski se tornou um dos nomes mais comentados nas redes sociais nesta segunda-feira (22) e ele será citado judicialmente em um processo movido pela estudante Luiza Araújo.

A garota de 24 anos, engravidou dele após um breve relacionamento e deu à luz Cecília no último dia 2 de agosto. A informação foi confirmada hoje no programa Fofocalizando.

De acordo com a jovem, Antônio ficou de registrar a filha, mas simplesmente sumiu. O ex-BBB apareceu apenas no dia do exame de DNA e o resultado deu positivo, mas, ele sumiu novamente e nem providenciou o registro da filha.

Estava com 4 meses de gravidez quando contei para ele, que veio na minha casa com a mãe e não quis fazer o exame de DNA durante a gestação porque achou muito caro. Mas acertamos de fazer quando ela nascesse. Quando ela nasceu, em Governador Valadares (MG), onde mora minha família, e estava com um mês, ele não quis ir lá fazer o DNA. Tive que fretar um táxi e trazê-la até Vila Velha (ES) só para encontrá-lo. Gastei R$ 500. O ônibus custa R$ 50. Mas ela não tinha registro, estava esperando o DNA para registrar“, contou Luiza à Quem.

Luiza disse ainda que Antônio arrumava uma desculpa sempre para não encontrá-la: “Demorava uma semana para me responder ou dizia que não tinha dinheiro. Esperei a Cecília fazer 35 dias para poder fazer o exame de DNA. Fizemos o exame e demorava dez dias para sair o resultado. Ele nunca me procurou para perguntar o que ela precisava. Peguei o resultado do DNA e deu positivo. Liguei para ele e perguntei: ‘que dia vamos registrar ela?’ Ele demorava de 3 a 5 dias para responder. Quando chegou o dia de registrar, ele ficou muito bravo e disse que não iria mais. Falou que ia deixar um documento com a mãe e ela ia registrar por ele“.

A estudante ainda lamentou: “A família dele é maravilhosa, as duas irmãs e a mãe. Até o irmão dele já conheceu a Cecília. No dia que ele veio na minha casa, nem olhou para a bebê“.

Ela afirma que não chegaram a namorar: “Temos amigos em comum. Nunca tivemos nada. Uma amiga me chamou para ir passar um fim de semana nas montanhas, na cidade Pedra Azul. O namorado da minha amiga levou uns amigos e ela umas amigas. Foi assim que nos conhecemos e ficamos só uma vez. Foi muito nada a ver, nem o telefone dele eu tinha. Tanto que entrei em contato com ele pelo Instagram. Fiquei desesperada quando soube que estava grávida. Quase morri“.

Antônio compartilhou no Instagram, um textão, dando a sua versão sobre a história, leia o texto na íntegra abaixo:

Boa tarde, gente. Vamos ao esclarecimento da verdade. Infelizmente mais uma vez temos um repórter específico dando falsas notícias sobre mim, dizendo agora que eu sumi para não assumir a paternidade. Então, vejamos. Se eu fui fazer o exame de DNA, foi justamente para não ter dúvidas… Como que eu conseguiria sumir uma vez que estou diariamente nas redes sociais e meu paradeiro está estampado para todos verem? O que aconteceu é que desde que soube do resultado do exame, estou bastante ansioso para conhecer minha filha e poder registrá-la, pois quem me conhece sabe que fui criado com um pai totalmente ausente e não quero que isso aconteça com um filho meu. A sequência de compromissos de trabalho me impossibilitaram de voltar a minha cidade Vila Velha para efetuar o registro da criança. O que muito me espanta é que isso venha a público com uma conotação que eu estaria ‘fugindo’. Me entristece que pessoas oportunistas tentem tirar proveito midiático de uma criança inocente“.

Veja também

Emilly Araújo está namorando empresário acusado de assediar jornalista na Copa do Mundo