‘Me processa, Carelli’, protesta Sonia Abrão, após Record demitir ex-Fazenda Vida Vlatt

Sonia Abrão ficou revoltou com a demissão de Vida Vlatt. A ex-Fazenda descumpriu uma cláusula do contrato com a emissora de Edir Macedo e além de ser demitida, poderá pagar uma multa de cerca de R$ 100 mil.

O motivo da demissão é que o programa A Tarde é Sua fez uma ligação para a atriz e eles conversaram um pouco, ao vivo.

Para a Record, isso foi uma entrevista, o que é proibido, conforme uma das cláusulas do contrato.

No programa desta quarta-feira (17), Sonia Abrão fez um longo desabafo e disparou: “Estava fora do nosso horário, não houve entrevista. Ela não teve culpa. Foi por telefone, não foi nem cinco minutos e o que ela disse por telefone já estava em tudo quanto é site. A Vida chorou muito e eu chorei com ela”.

Sonia continuou seu protesto: “Briguem com a gente! Ela não deveria pagar um preço como esse. Foi um programa que ela adorou fazer. Foi através do Canta Comigo que ela foi para A Fazenda, que deu essa oportunidade. Agora todo mundo sabe quem ela é, como ela é divertida. É ela que vai pagar por isso? Ela entrou lá porque precisava disso”.

E o protesto de Sonia Abrão continuou: “Ela vem há cinco anos no desemprego, fazendo teatro, fazendo bico. Queria poder ajudar de uma maneira mais efetiva. Pagar uma multa por dois minutos no ar por telefone? Uma multa de R$ 100 mil para quem estava há cinco anos no desemprego? Vocês estão bravos com o programa?”.

Vem pra cima da gente! Me processa, Carelli! O programa estava gravado e foi uma visita de amigo, porque a Vida estava contratada da Record! Briga com o Elias [Abrão], que é o diretor. Prefiro que as coisas venham pra cima de mim do que da minha amiga”, desafiou a apresentadora.

Briga com o programa, briga com a gente. Quer? Me processa! Eu prefiro, melhor do que por uma coisa que ela não fez, ela não quebrou o regulamento! Carelli, o poder maior é da emissora, mas você não deixa de ter o poder de chegar na alta cúpula e defender o lado da Vida. Ela só queria voltar na final, mas ela tem o direito de receber o cachê”, disse Sonia Abrão.

E a apresentadora finalizou: “Ela não bateu em ninguém lá dentro, não falou palavrão, não chamou a mãe de ninguém! É ela que tem que pagar R$ 100 de multa, ter o contrato rescindido e não receber o cachê? É uma injustiça! Pensa direito! Ela não merece esse tipo de coisa”.

Veja também

Sonia Abrão detona a Record e avisa que não irá mais falar sobre A Fazenda 10