Mulher de 92 anos mata o filho porque ele queria levá-la para o asilo

Uma senhora, de 92 anos, terá que responder por assassinato premeditado, pois ela matou o próprio filho. Anna Mae Blessing alega que seu filho, que tinha 72 anos, queria colocá-la em um asilo, no Arizona, Estados Unidos.

Em seguida, ela ainda tentou matar a namorada do filho, mas a mulher conseguiu fugir a tempo. A senhora já está presa e se defende, alegando que não queria ir para uma casa de cuidados a idosos.

A senhora ainda revelou à polícia, que após matar o filho, sua intenção era se matar. O caso está sendo investigado, mas a polícia já sabe que o filho queria colocar a mãe no asilo porque estava tendo dificuldades em conviver com ela.

Quando a polícia chegou à residência, a senhora estava sentada em uma cadeira de balança e não demonstrou arrependimento em nenhum momento.

Para responder ao processo em liberdade ela terá que pagar uma fiança que foi fixada em 500 mil dólares, cerca de 2 milhões de reais.