Polícia investiga ataque e marca de suástica em mulher que usava camiseta com ‘Ele Não’

Uma mulher afirmou ter sido marcada na barriga por três agressores, em Porto Alegre e o motivo seria o fato dela estar usando uma camiseta com a frase #Elenão.

A denúncia foi registrada na delegacia e a polícia já está apurando.

Esse foi mais um caso de uma série de denúncias de agressões cometidas por pessoas que apoiam Jair Bolsonaro, candidato do PSL.

A mulher contou em seu relado que preferiu não se identificar com medo de represálias. Ela explicou que ao descer do ônibus na última segunda-feira (8), foi abordada por três homens na rua Baronesa de Gravataí, em Porto Alegre.

De acordo com a versão dela, um deles lhe deu um soco e em seguida os agressores a seguraram enquanto marcavam a suástica com um canivete.

O delegado Paulo Jardim, responsável pelo caso, nega se tratar de uma suástica. “É um símbolo religioso, universal, budista, é viagem isso aí (dizer que é suástica). Pode afirmar que não é suástica. Entra no Google. Vai ver que é símbolo (budista)“, disse o delegado.

No Twitter, o assunto está entre os mais comentados do dia.

Veja também

Vídeo mostra John Oliver implorando para o Brasil não eleger Jair Bolsonaro, assista