Vídeo machista da Copa choca o mundo, assista

O policial militar, tenente Eduardo Nunes, da cidade de Lages, Santa Catarina está entre os brasileiros que aparecem em um vídeo, em que um grupo de forma machista, aparece constrangendo uma mulher na Copa do Mundo 2018 na Rússia.

Fingindo que estão cantando um hino da torcida, eles usam palavras de baixo calão para a mulher que sem falar português, repete inocentemente o que ouve. Como ela ainda não foi identificada, não se sabe qual é a sua nacionalidade.

A corporação da polícia militar confirmou que o PM, tenente Eduardo Nunes, assim que retornar para Santa Catarina, será investigado em um processo administrativo disciplinar em decorrência do acontecido.

Em uma nota publicada, a PM declarou: “A corporação não corrobora com este tipo de atitude que é incompatível com a profissão e o decoro da classe, previsto no regulamento disciplinar, independentemente de estar em período de férias, folga de serviço ou qualquer outra situação de afastamento, devendo, portanto, responder por suas atitudes“.